Promessas do Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida Alacoque

SAGRADO-CORAÇÃO-DE-JESUS

1. Concederei todas as graças necessárias a quem honrar o meu Sagrado Coração.
2. Darei a Paz às suas famílias.
3. Consolá-las-ei em todas as aflições.
4. Serei para elas refúgio seguro durante a vida, e sobretudo na hora da morte.
5. Derramarei abundantes bênçãos sobre todos os seus empreendimentos.
6. Os pecadores acharam, no meu Coração, a fonte e o oceano infinito de misericórdia.
7. As almas tíbias tornar-se-ão fervorosas.
8 As almas fervorosas elevar-se-ão a grande perfeição.
9. Abençoarei as casas onde estiver exposta e honrada a imagem do meu Coração.
10. Darei aos sacerdotes a graça de comoverem os corações mais empedernidos.
11. As pessoas que propagarem esta devoção terão para sempre o seu nome escrito no meu coração.
12. Darei a graça do arrependimento final e dos últimos sacramentos aos que comungarem na primeira sexta-feira de nove meses seguidos.

A grande revelação do culto do Sagrado Coração, a Sta. Margarida.
Disse a Santa Margarida , em sua autobiografia nº- 92:
Estando uma vez diante do SS. Sacramento, num dia da oitava, recebi de Deus graças muito grandes do seu amor, e senti-me impelida do desejo de lhe corresponder de algum modo e de lhe pagar amor com amor; e Ele disse-me: ”Não me podes corresponder melhor do que fazendo o que já tantas vezes te pedi”. 
”Eis aqui este Coração que tanto tem amado aos homens, que a nada se tem poupado até se esgotar e consumir para lhes testemunhar o seu amor; e em reconhecimento não recebo da maior parte deles senão ingratidões por meio das irreverências e sacrilégios, tibiezas e desdéns que usam para comigo neste Sacramento de amor. E o que muito mais me custa ainda, é serem corações a mim consagrados os que assim me tratam. Por isso peço-te que a primeira sexta-feira depois da oitava do Corpo de Deus seja dedicada a uma festa especial para honrar o meu Coração, comungando nesse dia, e dando-lhe a devida reparação por meio de um acto de desagravo, para reparar as indignidades que recebeu durante o tempo que esteve exposto sobre os altares. E Eu te prometo que Meu Coração se dilatará, para derramar com abundâncias as influências de seu Divino Amor sobre os que lhe tributarem esta honra, e procurarem que lha tributem”.

Intronização do Sagrado Coração de Jesus nas Famílias

Senhor Jesus, Redentor do género humano, lançai sobre nós, que humildemente estamos prostrados diante do vosso altar, os vossos olhares.
Nós somos e queremos ser vossos; e a fim de podermos viver mais intimamente unidos a Vós, cada um de nós se consagra neste dia ao vosso Santíssimo Coração.
Muitos há que nunca Vos conheceram; muitos, desprezando o vosso mandamento, Vos renegaram.
Jesus, tende piedade de uns e de outros, e trazei-os todos ao vosso Sagrado Coração.
Senhor, sede rei não somente dos fiéis que nunca de Vós se afastaram, mas também dos filhos pródigos que Vos abandonaram.
Fazei que tornem quanto antes à casa paterna, para não perecerem de miséria e de fome.
Sede rei dos que vivem iludidos no erro ou separados de Vós pela discórdia; trazei-os ao porto da verdade e à unidade da fé, a fim de que em breve haja um só rebanho e um só Pastor.
Senhor, conservai incólume a vossa Igreja e dai-lhe uma liberdade segura e sem obstáculos; concedei ordem e paz a todos os povos; fazei que dum pólo ao outro do mundo ressoe uma só voz: Louvado seja o Coração divino, que nos trouxe a salvação; honra e glória a Ele por todos os séculos dos séculos. Amen.

Consagração ao Sagrado Coração de Jesus

Dulcíssimo Salvador, humildemente prostrados a Vossos pés, renovamos a consagração da nossa família, ao Vosso Divino Coração.
Sêde sempre o nosso Rei. Pomos em Vós plena e inteira confiança; que nossos desejos, pensamentos, palavras e obras sejam impregnados do Vosso Espírito; abençoai os nossos actos, tomai parte em nossas alegrias, tristezas e trabalhos.
Concedei-nos a graça de melhor Vos conhecermos e amarmos, e de Vos servir-mos sem desfalecimento.
Que de um polo ao outro do mundo ressôe uma só voz;

BENDITO, AMADO E GLORIFICADO SEJA, SEMPRE E EM TODA A PARTE, O CORAÇÃO TRIUNFANTE DE JESUS. AMEN.

Sagrado Coração de Jesus, eu tenho confiança em Vós.

 

O que o Sagrado Coração pediu a Luís XIV e a pedido Dele, a Todos os Governantes das nações.
Por intermédio da Madre de Saumaise, Superiora de Paray, que tinha relações de amizade com gente influente na corte, Margarida Maria fez chegar até Luís XIV uma carta com os pedidos do Sagrado Coração. Dizia assim:
-”O Sagrado Coração deseja entrar com pompa e magnificência na casa dos príncipes e dos reis. Em primeiro lugar, quer estabelecer o seu império no coração do rei, pela consagração que este fará de si mesmo a este Divino Coração, que deseja triunfar. Quer reinar no seu palácio. Ele escolheu-o para reparar diante dos homens, os opróbrios e as humilhações que este Divino Coração sofreu; o que realizará, fazendo que todos lhe prestem as honras, o amor e a glória que deles espera. Por isso mesmo o escolheu para fazer autorizar pela Santa Sé Apostólica, a missa em sua honra e para alcançar da mesma Santa Sé  todos os privilégios que devem acompanhar a devoção a este Divino Coração.
O Sagrado Coração quer por seu intermédio triunfar dos corações dos grandes da Terra.’

Depois em carta a 15 de Setembro de 1689, a nossa Santa Margarida continua o mesmo tema dizendo ao Padre Croiset:

”O Sagrado Coração quer estabelecer o seu Império nos corações dos grandes da Terra, quer que esta devoção se estabeleça nos seus palácios, para ali ser tão honrado e amado quanto foi ultrajado, desprezado e humilhado durante a sua Paixão na casa dos príncipes e dos reis,  e assim venha a ter tanta consolação vendo os grandes da Terra humilhados diante d’Ele, quanto foi grande a amargura e a angústia que sofreu na sua Paixão.”

O PAI ETERNO, DIZ AINDA ELA:
-”Quer que se levante um templo onde sobressaia a Imagem deste Divino Coração e aí receber a consagração e as homenagens do rei e de toda a corte; quer ser pintado no estandarte do rei e gravado nas suas armas.”

Infelizmente nem Luís XIV,Luís XV cumpriram os pedidos do Coração de Jesus. Luís XIV ao ver as consequências desta falta, fez voto de dar cumprimento a tudo, quando foi preso por altura da revolução francesa, mas infelizmente, já foi tarde; não foi posto em liberdade nem reposto no trono, mas sim guilhotinado com sua esposa Maria Antonieta.

No mês de Julho de 1675, Nosso Senhor disse a Santa Margarida Maria:- ”Não recebo da maior parte dos homens senão ingratidões pelo amor que lhes testemunho no Sacramento do meu amor. (Eucaristia). Peço-te que, em reparação, a primeira sexta-feira depois da oitava da Festa do Santíssimo Sacramento, seja consagrada uma festa especial em honra do meu Coração. A esta festa litúrgica solene, fez Ele as mais extraordinárias promessas:- ”Eu te prometo que o meu Coração se dilatará para derramar com profusão as influências do seu Divino Amor sobre aqueles que lhe prestarem esta honra e concorrerem para que outros a prestem!

Só passados dez anos depois desse pedido é que Margarida Maria, começou a ver alguns resultados dos seus esforços. Em 1713 o Vigário- Geral da Diocese de Autun concedeu ao mosteiro da Visitação de Paray que celebrasse esta festa e em 1721 foi estabelecido em toda a Diocese. O Coração de Jesus disse à Santa Margarida que escolhera Luís XIV para que pedisse à Santa Se que estabelecesse esta festa para a Igreja Universal. Infelizmente o rei da França não fez caso de nenhum dos pedidos que lhe foram feitos.
Entretanto a Festa se instaurou em diversas dioceses do mundo, cujos respectivos prelados a pediam à Santa Sé. Infelizmente a Santa Margarida Maria morreu sem ver o fruto universal dos seus esforços. Só em 28 de Junho de 1888, o Papa XIII tornou esta festa obrigatória para toda a Igreja.

O Rei de França não fez, mas outra Rainha D. Maria I de Portugal, edificou um grande templo em honra do Coração de Jesus, a Basílica da Estrela, consagrando-se a Jesus com toda a família real.  A Rainha D. Maria I, católica logo no primeiro ano do seu reinado obtivera do Papa Pio VI o Ofício e Missa do Coração de Jesus com rito de primeira classe com data a 22 de Maio de 1777. Desejou ainda que o Coração de Jesus ficasse na Bandeira Portuguesa, mas foi-lhe dito que já estava desde o princípio da monarquia na Bandeira da Quinas, que ostentava a Chaga do Nosso Divino Salvador.
Mas querendo a Rainha mostrar o seu amor ao Sagrado Coração, quis que as três Grã-Cruzes e os Comendadores das Três ordens: de Cristo, de S. Tiago, e de Avis, tragam para se distinguir, sobre a Cruz da sua Condecoração militar, um coração- O Coração de Jesus.
Os Portugueses também em Macau levantaram uma Igreja pública, em honra do Sagrado Coração de Jesus.
A França diante de tantos males sucedidos , por não ter ouvido os pedidos do Sagrado Coração, quis esta, para reparar a sua ingratidão e em face do exemplo de outras nações mais fiéis, levantou também um sumptuoso templo em Paris, o ”Sacré Coeur”, de Montmartre.  Na fachada do monumento, esta escrito em letras de oiro, uma inscrição em latim que traduzida em português, diz: ”Ao Sagrado Coração de Jesus a França Penitente e Dedicada”.
Lembrando ainda que por intermédio da Beata Maria do Divino Coração, religiosa do Bom Pastor do Porto, que partiu o pedido da Consagração do mundo ao Sagrado Coração de Jesus, feito ao Papa Leão XIII que o fez, precisamente em atenção a esta suplica. Leão XIII disse então: -”Vou realizar o acto mais importante do meu Pontificado, e este pedido veio-me de Portugal.”

O Padre Croiset confidente de Santa Margarida Maria , define  a devoção ao Sagrado Coração de Jesus nestes termos:-”A devoção ao Sagrado Coração de Jesus é um exercício de religião que tem por objecto o Coração adorável de Jesus Cristo, abrasado em amor pelos homens e ultrajado pela ingratidão dos mesmos homens; e que tem por fim honrar este Coração Divino por meio de homenagens que o amor e o reconhecimento possam inspirar e especialmente reparar as injúrias que recebe no Sacramento do seu amor”.

Diz Santa Margarida que Nosso Senhor lhe confidenciou:-”O meu Divino Salvador certificou-me que sente um prazer muito particular, em ser honrado, sob o símbolo do seu Coração de Carne”. Esta devoção é, como Jesus disse, o último esforço do seu Amor para salvar a humanidade; uma nova efusão do amor de Deus com todos os tesoiros de graça, salvação e santificação”.

”SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS EU TENHO CONFIANÇA EM VÓS!”

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s