Padre Gabriele Amorth e Fátima

Esta conferência do Padre Gabriel Amorth, sobre as aparições em Fátima foi publicada em 07/ 05/2015. Padre Gabriele Amorth nasceu em Módena, Itália em 1925, faleceu em 2016. Depois de se formar em Direito, entrou na Sociedade de São Paulo, onde foi ordenado sacerdote em 1954. Famoso exorcista em mariologia, foi membro da Pontifícia Academia Mariana Internacional e presidente honorário da Associação Internacional dos Exorcistas. Entre os seus títulos mais difundidos recordamos: Um exorcista relata e Novos relatos de um exorcista.

Voltemos a Conferência:
-Pe. Gabriele Amorth:
-As aparições de Nossa Senhora em Fátima são absolutamente únicas na história da Igreja. Certamente têm um valor religioso excepcional, pois salvar almas e levá-las de volta a Deus, é a maior preocupação de Nossa Senhora. Mas as aparições também tiveram um grande impacto e influência no decurso da história da humanidade.

É verdade, que é Deus que conduz a história, mas Deus criou o homem e fê-lo livre. A partir daí, o Homem é capaz de influenciar e mudar a sua própria história. Então as aparições de Nossa Senhora em Fátima têm este duplo significado: uma importância religiosa, assim como grandes implicações religiosas, especialmente no estado de paz do nosso mundo.

As aparições tiveram início em 1917, quase no fim da 1ª Guerra Mundial. Nossa Senhora antes de mais, mostrou o inferno às crianças de Fátima. O Inferno que poderá ser o fim da nossa vida, porque será o Céu o Purgatório ou Inferno, mais nada. Então devemos focar-nos constantemente no nosso objectivo final, devemo-nos focar em Deus, caso contrário, não seremos nem sequer capazes de perceber a nossa vida terrena, nem o seu significado.

Nossa Senhora também fala connosco. Fala connosco, não para nos anunciar novas guerras mas para que as evitemos. Se ouvirmos as suas palavras, rezaremos o terço, praticaremos a devoção dos 5 Primeiros Sábados, e consagramo-nos ao seu Coração Imaculado. E então, não haverá outra guerra.

Caso contrário, como então disse; ”se não ouviram as Minhas palavras, sob o pontificado de Pio XI, uma nova guerra e bem pior começará”. Nossa Senhora pediu a Consagração da Rússia; agora não temos tempo para analisar este tema, mas tenho-o perto do meu coração.
A Irmã Lúcia, sempre disse que Nossa Senhora pediu a consagração da Rússia e só a consagração da Rússia.

Ela também pediu a consagração do mundo, a outra importante jovem santa portuguesa, Alexandrina Maria da Costa. Mas estas duas coisas são bem diferentes e muito afastadas.
Agora, Nossa Senhora pediu a consagração da Rússia numa cerimónia solene e pública, a ser dirigida pelo Papa e por todos os Bispos do mundo. Isto especificado detalhadamente por Nosso Senhor Jesus, que continuou a aparecer à Lúcia, assim como Nossa Senhora.

Ele queria que esta consagração, fosse reconhecida como um Triunfo do Coração Imaculado de Maria, para que Ela pudesse ser honrada junto com o Sagrado Coração Dele. Estas são as palavras de Nosso Senhor, mas o tempo passou e a Consagração não foi realizada, e Nosso Senhor está profundamente ofendido.

Repare, que com a nossa livre vontade, podemos afectar acontecimentos internacionais. Claro que tudo depende de Deus, mas Deus criou-nos livres e nós podemos influenciar acontecimentos humanos, isto é o facto.
Veja por exemplo, o que sucedeu ao Rei de França, que não cumpriu a ordem que recebeu vinda do Céu, e acabou com a cabeça cortada. Nosso Senhor apareceu à Irmã Lúcia e disse-lhe:”Eles irão fazer a Consagração mas será tarde”.

Quando me lembro das palavras”…será tarde”, sinto arrepios na espinha. Pois, se a 2ª Guerra Mundial aconteceu, a culpa foi nossa em 1º lugar. E o pior é que Nossa Senhora pediu que se revelasse o segredo em 1960, e nesse ano a Rússia ainda não tinha terminado de espalhar os seus erros por todo o mundo.
Eles não o fizeram; infelizmente eles não revelaram o segredo, e a Rússia espalhou os seus erros por todo o mundo.
A conversão da Rússia teria sido um Triunfo do Coração Imaculado de Maria, que teria sido reconhecido pelo mundo inteiro. É por isso que Nosso Senhor queria uma Consagração solene e pública feita pelo Papa, juntamente com todos os Bispos do mundo. Assim, toda a Sua Igreja e toda a cristandade, representadas pelos Bispos, teriam sido consagradas ao Imaculado Coração de Maria. Este acontecimento teria mudado o curso da história.

Sim, em 1984, o Papa muito timidamente tentou consagrar a Rússia na Praça de S. Pedro. Eu estava lá a uns meros passos dele, pois fui eu que organizei o evento na Praça de S. Pedro. Era o dia 25 de Março de 1984 e o Papa tinha a estátua de Nossa Senhora de Fátima que tinha sido transportada de Fátima. É a estátua que normalmente fica na enorme praça do Santuário de Fátima, mas naquela ocasião ele queria a estátua lá.

Ajoelhado, perante aquela estátua tentou a consagração. Mas estava rodeado de políticos que lhe disseram: ”Não pode mencionar a Rússia, não pode”. Ele perguntou novamente. ”Posso menciona-la?” e eles responderam: ”não, não, não”.

Mas Nossa Senhora não apareceu para trazer problemas, Ela veio até nós para evitar problemas com as profecias de Fátima.
Deixem-me dizer o que penso sobre elas, usando as mesmas palavras pronunciadas pelo Papa Bento XVI na última vez que foi a Fátima: ”Quem pensa que a missão profética de Fátima já terminou, ilude-se a si mesmo”. Vejam a importância destas aparições, vejam o dano e colapso que temos experimentado na Igreja, tanto na fé, como nos princípios. Gostaria de citar o Papa Paulo VI neste assunto: ”Pensou-se que depois do Concílio Vaticano II teríamos um renascimento da Igreja, mas em vez disso…foi um desastre. O fumo de Satanás entrou na Igreja, no Vaticano”.

Eles acreditavam no renascimento da Igreja, mas foi um desastre dentro do clero, dentro da liturgia e dos crentes também, que aos milhões perderam a sua fé, e abandonaram a sua religião.

Isto, tem seguido um pensamento secular (do mundo), que Nossa Senhora queria combater, usando as Palavras de Nosso Senhor e a Fé. O Racionalismo, o Século das Luzes, o Comunismo ateu, tentam construir uma sociedade sem Deus. Para estes a ciência e a razão justificam tudo, e já não precisamos de Deus.

Vejam os resultados, as famílias atacadas pelo divórcio, quando Jesus disse:”o que Deus ligou não o separe o homem”. E em relação ao aborto? Com milhões de bebés por nascer, mortos todos os anos, quando Nosso Senhor disse ”Não matarás”, no seu 5º Mandamento.
Vejam só o desastre com que deparamos hoje.

Então as aparições de Fátima continuam, mas o seu fim é glorioso, e no final, a Rússia irá ser convertida. O Meu Imaculado Coração irá Triunfar, ainda que não tenha Triunfado de momento, vi-lo-á a fazer!

E o Mundo receberá um período de paz. Portanto eis aqui o bom fim das aparições de Fátima. Antes deste final, é provável que a humanidade sofra, sofrerá uma espécie de castigo de Deus, devido aos seus pecados e corações frios.

Mas não estamos a enfrentar o fim do mundo, não como alguns loucos dizem. Nós caminhamos, em direcção ao triunfo do Coração Imaculado de Maria, e também caminhamos em direcção a um período de Paz. Porque só teremos Paz se tivermos Fé em Deus e nos certificarmos, que obedecemos às Suas Palavras como assim nos pediu. Obrigado.

 

Advertisements