Orações de Louvor e Gratidão

Sem TítuloJesus ensinou a agradecer, um dia a caminho de Jerusalém, curou dez leprosos, mas só um deles voltou para agradecer. ”Não eram dez que foram curados? Onde estão os outros nove? Não houve quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro?”                (Lc 17, 11-19).

Esta observação de Jesus faz nos pensar e reflectir no quanto devemos dar graças, não por obrigação nem por boa educação, mas por reconhecer que tudo que recebemos vem do amor do Pai misericordioso.

Na última Ceia Pascal, encontramos a atitude de agradecimento constante de Jesus, que nos ensina a ser sempre agradecido ao Pai. Agradecimento é uma virtude que devemos aprender a cultivar, a falta de gratidão nos mantém prisioneiros da murmuração do orgulho e do individualismo, sem consciência da Divida que temos diante do nossos pecados, e ofensas a Deus. A Igreja nos ensina a gratidão quando se reúne para celebrar a Santa Missa, em Acção de graças, pois tudo recebemos Dele.
A ingratidão mantém-nos fechados na auto-suficiência, achando que não precisamos de ninguém muito menos de Deus. E nos esquecemos que ele nos dá tudo até a própria vida.

Seria impossível retribuir a Deus tudo que nos dá, pois tudo que recebemos é Don de Deus, mas podemos ao menos reconhecer a sua bondade e sermos gratos.Os santos foram gratos e reconheceram Deus e sua bondade e misericórdia, por isso vamos colocar nesta pagina algumas orações , salmos e palavras nascidas do coração grato de alguns santos, para que possamos com eles aprender a louvar e agradecer a Deus as suas maravilhas.

Diante da Eucaristia, o assombro de Santa Teresa(Vida 38, 19-20)

”Quando me aproximava para comungar e me lembrava daquela Majestade grandíssima…..Ó Senhor meu! se não encobrísseis assim a Vossa grandeza, quem ousaria chegar a unir tantas vezes uma coisa tão suja e miserável com uma tão grande Majestade?
Bendito sejais, Senhor! Louvem-Vos os anjos e todas as criaturas, pois assim acomodais as coisas à nossa fraqueza, para que, gozando de tão soberanas mercês, não nos espante o Vosso grande poder, a ponto de que nem mesmo nos atrevêssemos a gozá-las, como gente fraca e miserável”.

”Louvo-Vos, Senhor, e bendigo-Vos, e todas as criaturas Vos louvem para sempre, pois o Vosso reino durará para sempre”(CE 37, 1).

”Bendito sejais para sempre, pois embora eu Vos deixasse, Vós não me deixastes a mim”(V 6, 10).
”Louvo a misericórdia de Deus, porque era só Ele que me dava a mão. Seja bendito para sempre. Amen”(V 7,22)

Oh! Senhor meu, como sois bom! Bendito sejais para sempre! Louvem-Vos, Deus meu todas as coisas, pois assim nos amastes, de modo a podermos com verdade falar desta comunicação que, ainda estando neste desterro, tendes com as almas, Senhor meu, dais como quem sois. Oh! Liberalidade infinita, quão magníficas são as Vossas obras! (V18,3)

Salmo 139

Senhor, Vós me conheceis.
Vós sabeis tudo de mim e estais atento a todos os meus passos .
Ainda a palavra não chegou à boca e já a conheceis plenamente.
Estais à minha frente e atrás de mim, sobre mim repousa a Vossa mão.
Vós é que me plasmastes e ma tecestes no seio de minha mãe.
Dou-Vos graças por tantas maravilhas, as vossas obras são admiráveis, conheceis a sério a minha alma.
Perscrutai, Senhor, conhecei o meu coração, examinai-me e conhecei os meus propósitos.
Vede se é errado o meu caminho e conduzi-me pelo caminho do que é eterno.

Salmo 22

O Senhor é meu pastor; nada me falta.
Leva-me a descansar em verdes prados, conduz-me às águas refrescantes e reconforta a minha alma.
Ele me guia por sendas direitas por amor do Seu nome.
Ainda que tenha de andar por vales tenebrosos, não temerei nenhum mal, porque Vós estais comigo:
o Vosso cajado e o Vosso báculo me enchem de confiança.

São Tomás de Aquino

”Eu te louvo, te glorifico, te bendigo, Deus meu, pelos imensos benefícios que a mim, indigno, concedeste.
Louvo tua clemência, que tanto tempo me espera, tua doçura, que esquece a vingança, tua paciência, que não se lembra da ofensa, tua piedade que chama, tua benignidade que acolhe, tua humildade que consola, tua paciência que protege, tua eternidade que conserva, tua verdade que remunera.

Que direi, Deus meu, de tua inefável generosidade? Pois chamas o que foge e acolhe o que retoma, ajuda o indeciso, alegras o desanimado; animas o negligente, armas o que combate e coroas o que triunfa.
Não repeles o pecador que fez penitência e não lembras mais a injúria.
Livras de muitos perigos, abrandas o coração para a penitência.
Assustas com os suplício, atrais com as promessas, castigas com os sofrimentos.
Tu nos guardas com o ministério dos anjos, nos provês com os bens temporais, nos reservas os eternos.
Tudo nos pregas pela formosura da criação, nos convidas pela clemência da redenção, nos prometes os prêmios da eterna remuneração.
Sou incapaz de te expressar meus louvores por todas essas coisas. Dou graças à tua Majestade pela abundância de tuas bondades, para que multipliques sempre em mim a graça, que multiplicada a conserves e conservada a premies.”

Salmo 8

Senhor, nosso Deus, como é admirável o Teu nome em toda a terra!
A Tua majestade, mais alta que os Céus.
Quando contemplo os Céus, obra das Tuas mãos, a Lua e as estrelas que Tu criaste: que é o homem para te lembrares dele?
Fizeste dele quase um ser divino; de glória e de honra e coroaste.
Deste-lhe domínio sobre as obras das Tuas mãos, tudo submeteste a seus pés!
Senhor, nosso Deus, como é admirável o teu nome em toda a terra.

Salmo 99
Terra inteira, aclamai ao Senhor!
Serve ao Senhor com alegria,e vai até Ele com gritos jubilosos!
Sabei que somente o Senhor é Deus:
Ele nos fez e a Ele pertencemos, somos o seu povo e ovelhas do seu rebanho.
Entrai pelas suas portas dando graças, com cantos de louvor em seus átrios,
celebrai-O e bendizei o seu Nome:
”Sim, o Senhor é bom:
o seu amor é para sempre, e a sua fidelidade de geração em geração”.

Cântico das Criaturas, S. Francisco de Assis.

Altíssimo, Omnipotente, Bom Senhor, Teus são o Louvor, a Glória, a Honra e toda a Bênção.
Louvado sejas, meu Senhor, com todas as Tuas criaturas, especialmente o senhor irmão Sol, que clareia o dia e que, com a sua luz, nos ilumina.
Ele é belo e radiante, com grande esplendor; de Ti, Altíssimo, é a imagem.
Louvado sejas, meu Senhor, pela irmã Lua e pelas estrelas, que no Céu formaste, claras, preciosas e belas.
Louvado sejas, meu Senhor, pelo irmão vento, pelo ar e pelas nuvens, pelo sereno e por todo o tempo em que dás sustento às Tuas criaturas.
Louvado sejas, meu Senhor, pela irmã água, útil e humilde, preciosa e casta.
Louvado sejas, meu Senhor, pelo irmão fogo, com o qual iluminas a noite.
Ele é belo e alegre, vigoroso e forte.
Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã, a mãe terra, que nos sustenta e governa, produz frutos diversos, flores e ervas.
Louvado sejas, meu Senhor, pelos que perdoam pelo Teu amor e suportam as enfermidades e tribulações.
Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã, a morte corporal, da qual homem algum pode escapar.
Louvai todos e bendizei o meu Senhor! Dai-Lhe graças e servi-O com grande humildade!

Magnifica o Cântico de Nossa Senhora

”A minha alma proclama a grandeza do Senhor,
e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.
Porque olhou para a humilhação da sua serva.
Doravante todas as gerações me felicitarão,
porque o Todo-poderoso realizou grandes obras
em meu favor: o seu Nome é santo,
a sua misericórdia chega aos que O temem,
de geração em geração.
Ele realiza proezas com o seu braço:
dispersa os soberbos de coração,
derruba do trono os poderosos e
eleva os humildes;aos famintos enche-os de bens,
e despede os ricos de mãos vazias.
Socorre Israel, seu servo, lembrando-Se da sua
misericórdia, conforme prometera aos nossos
pais em favor de Abraão e da sua descendência,
para sempre.”

 

Salmo 47

”Povos todos, batei palmas, aclamai a Deus com gritos de alegria!
Porque o Senhor Altíssimo é terrível, é o grande Rei sobre toda a Terra.
Ele submete as nações ao nosso poder, e coloca os povos debaixo dos nossos pés.
Escolheu para nós uma herança, o orgulho de Jacob, seu amado.
Deus sobe por entre ovações, o Senhor, ao toque da trombeta.
Tocai para o nosso Deus, tocai!
Tocai para o nosso Rei, tocai!
Porque Deus é o Rei de toda a terra: tocai com mestria !
Deus reina sobre as nações, Deus senta-se no seu trono sagrado.
Os príncipes dos povos aliam-se com o povo do Deus de Abraão, porque os grandes da Terra pertencem a Deus, e Ele subiu ao lugar mais alto.”

Salmo 93

”O Senhor é Rei, vestido de majestade, o Senhor está vestido e envolto em poder:
o mundo está firme e jamais tremerá.
O teu trono está firme desde a origem, e desde sempre Tu existes.
Levantam os rios, ó Senhor, os rios levantam a sua voz, os rios levantam o seu rumor.
Porém, mais que o estrondo das águas torrenciais, mais poderoso que a ressaca do mar, é o Senhor majestoso nas alturas.
Os teus testemunhos são firmes de facto, durante dias sem fim, ó Senhor!”

 Oração de Gratidão
Ainda que a nossa boca transbordasse de cânticos como o mar, e a nossa língua rejubilasse como o bramido das ondas, e os nossos lábios entoassem louvores como a imensidão do firmamento, e os nossos olhos brilhassem como o sol e a lua, os nossos braços se erguessem como águias no espaço, e os nossos pés corressem lépidos como os da corça….tudo isso não bastaria para Te agradecer, Adonai, nosso Deus e Deus de nossos pais, nem para bendizer o Teu Nome, nem sequer uma infinitésima parte, pelas graças que concedeste a nós e a nossos pais. Ámen!

Em 7 de Agosto de 2005, no Angelus o Papa Bento XVI  falou-nos sobre Adoração disse:
-”Mas o que significa ”adorar”? Será uma coisa de outros tempos, que deixou de fazer sentido para o Homem contemporâneo?
Não!…É um reconhecimento cheio de gratidão, que parte do fundo do coração e alastra a todo o ser, porque só adorando a Deus e amando-O sobre todas as coisas o Homem consegue realizar-se plenamente”.
(Papa Bento XVI).

 

 

Advertisements