Nossa Senhora de Kazan

Sem TítuloA Rússia quando foi cristianizada no Século IX, pelos monges santos Cirilo e Metódio, há mais de mil anos, era conhecida como o Jardim de Maria. Os dois Santos monges gregos traduziram a liturgia e levantaram mosteiros por todas as suas terras, cerca de 988a.C.,
Vladimiro I ,o Grão- príncipe casou com uma princesa bizantina e converteu-se ao cristianismo, e sob o seu reinado, o povo tornou-se cristão. Santuários mosteiros , igrejas encheram a paisagem do Império Russo com tributos à Santíssima Virgem Maria.
A imagem de Nossa Senhora de Kazan, levada pelos Apóstolos Cirilo e Metódio, era considerada um dos mais valiosos tesouros espirituais do povo Russo. A Sagrada e reverenciada imagem, representada pela Mãe e seu Divino Filho, com o rosto encostado à sua face esquerda, saiu de Constantinopla até a Rússia através do Mar Negro ,subiu o Rio Volga até chegar ao Mosteiro da cidade de Kazan,localizada no interior do Império Mongol.

A presença da Imagem transformou o povo Russo, conduzindo a todos a uma veneração e orações perante a imagem, o que fez crescer a fé nas terras russas. Os peregrinos russo, viajavam vastas distâncias a pé para rezar perante a Sagrada imagem de Nossa Senhora de Kazan. Em 1209, a cidade de Kazan foi invadida e conquistada, e o seu mosteiro destruído, perdendo-se a imagem nos escombros, mas a sua memória permaneceu nas musicas e danças folclóricas do seu povo.

Trezentos e setenta anos mais tarde, a 8 de Julho de 1579, Matrona, uma menina de nove anos foi visitada por Nossa Senhora, que lhe pediu que recuperasse a sagrada imagem de Nossa Senhora de Kazan, das ruínas incendiadas do velho mosteiro perto de sua casa.O que foi atendida , o povo ficou radiante com a notícia da aparição, e recuperaram a imagem e a fé. As pessoas caíram de joelhos diante da Padroeira e Protectora do Povo Russo.
A Noticia se espalhou e milhares de pessoas celebraram a a presença de Maria e seu Divino filho, e em pouco tempo, milagres e curas ocorreram nas vidas daqueles, que contemplavam e oraram com reverencia a Sagrada e miraculosa imagem, de Nossa Senhora de Kazan. O czar mandou construir um convento especialmente para alojar a imagem, honrando-a como a Liberatrix e Protectora da Santa Mãe da Rússia.

Pedro, o Grande, levou a Santa Imagem Milagrosa de Nossa Senhora de Kazan, como bandeira, nas marchas de suas batalhas, contra os inimigos da Rússia, e também levava a Imagem em procissão pelas ruas da cidade , e o povo russo se amontoava no seu caminho com amor e gratidão sincera.
Mais tarde, quando Napoleão fez intenção de conquistar a Rússia, o povo juntou-se em vigília de orações fervorosas ao pé da imagem, implorando a intervenção da Mãe de Deus. E foram atendidos, pois Napoleão foi derrotado, e o povo da Santa Mãe da Rússia atribuiu a vitória à Milagrosa padroeira da Rússia.
No reinado de Alexandre II, levantaram em Moscovo , na praça Vermelha uma basílica , seguindo o modelo das igrejas de Roma , para albergar a Sagrada Imagem de Nossa Senhora de Kazan, que não deixava de atender o seu povo com curas e milagres, até o ano de 1917.

Entretanto os revolucionários bolcheviques, reconheceram o perigo que essa devoção poderia causar aos seus planos, de convencer o mundo de que não havia alma eterna no ser humano. Por isso, num acto de vandalismo e terrorismo, os revolucionários destruíram a Basílica de Nossa Senhora de Kazan em 13 de Outubro de 1917. Tentando provar que Deus não existia, troçaram da fé e ridicularizaram a herança espiritual do povo russo, submetendo o povo a violência e escravidão de uma vida sem Deus e sem fé.
O que os bolcheviques e a maioria do povo não sabia, era que a Mãe do Céu e do povo russo, tinha planos para os salvar, pois a Mãe do povo russo nunca os abandonou, foi buscar orações em outro local para os salvar da escravidão e do seu destino infeliz. O local onde a Padroeira Protectora de toda a Rússia , pediu orações para o povo russo foi Fátima. A três pequenos pastores, em 13 de Julho de 1917, dizendo:

”-Vistes o inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores. Para as salvar, Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração. Se fizerem o que Eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz. A guerra vai acabar, mas, se não deixarem de ofender a Deus… começará outra pior. Quando virdes uma noite alumiada por uma luz desconhecida, sabei que é o grande sinal que Deus vos dá de que vai punir o mundo de seus crimes por meio da guerra, da fome e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre .Para a impedir, virei pedir a consagração da Rússia a meu Imaculado Coração e a comunhão reparadora nos primeiros sábados. Se atenderem a meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz; se não, espalhará seus erros pelo mundo promovendo guerras e perseguições à Igreja; os bons serão martirizados; o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas. Por fim o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-Me-á a Rússia que sr converterá e será concedido ao mundo algum tempo de paz. Em Portugal, conservar-se-á sempre o Dogma da Fé, etc…. ”

Deus nunca esquece os seus filhos, a Sagrada Imagem foi misteriosamente removida da Rússia na altura das ofensas e da revolução comunista mais tarde apareceu em um castelo em Inglaterra. O mundo todo ouviu as mensagens de Nossa Senhora de Fátima, e começaram a rezar, logo a partir de 1917, pela reconversão da Rússia, e reparação do Imaculado Coração da Virgem cercado de espinhos , que os homens cravaram, disse a Senhora:”Olha, minha filha, o meu Coração cercado de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos me cravam com blasfémias e ingratidão….”

O povo Russo caiu mesmo na profunda pobreza, opressão, ignorância, tristeza, miséria espiritual e sofrimento, durante a ausência da Santa Mãe da Rússia, houve falta de comida, e sofrimento de carestia, o mercado negro prosperou. Mas o Colapso da Cortina de Ferro acabou por vir, depois das aparições de Nossa Senhora de Medjugorje, onde a Padroeira e protectora de toda a Rússia se personificou na Rainha da Paz.

Sem TítuloA Consagração da Rússia veio pedi-la Nossa Senhora no dia 13 de Junho de 1929, estando a Irmã Lúcia a fazer a Hora Santa, de noite, na capela do Convento de Tuy, Espanha, Disse : -…”É chegado o momento em que Deus pede para o Santo Padre fazer, em união com todos os Bispos do mundo, a consagração da Rússia ao meu Imaculado Coração, prometendo salvá-la por este meio”.
João Paulo II, a 25-3-1984, em Roma, ”em união colegial com todos os Bispos do mundo”, fez a consagração da Rússia ao Coração de Maria tal qual Nossa Senhora pediu.

”Por fim, o meu Imaculado Coração triunfará”.

Advertisements