Milagres de São José

Sem TítuloNo dia 13 de Outubro de 1917, quando terminaram as aparições da Cova da Iria, Nossa Senhora apareceu de três maneiras: vestida como Senhora do Rosário, para nos inculcar a devoção do Terço que é salvadora nos últimos tempos. A devoção a Maria, manifestada de modo especial na reza diária do terço, é sinal de predestinação eterna.
Apareceu depois vestida de Nossa Senhora das Dores, para preparar a devoção dos cinco primeiros Sábados em honra do seu Doloroso e Imaculado Coração, com promessa também de salvação eterna e, depois, vestida como Senhora do Carmo, para confirmar a promessa feita há séculos  e se mantém actual, de que os que recebessem o seu Escapulário e com ele morressem, seriam livres do fogo do inferno.

Terminadas estas manifestações Marianas, apareceu São José com o Menino Jesus ao colo e abençoando o mundo. Com isto quis o Senhor indicar que a devoção a Maria Santíssima e a São José, são sinais de predestinação e que, nestas devoções, devem encontrar refúgio e salvação todos os cristãos. Os devotos de Maria e de São José não se condenarão eternamente. Além disso, quando se der o triunfo prometido do Imaculado Coração de Maria, com o Pai do Reino Messiânico, antes do dia do Juízo Final, na conversão de todos os povos num só rebanho e num só Pastor, todos os lares, todas as famílias tomarão como modelo a Família Sagrada de Nazaré e São José será o protector e o guia de todos os pais e esposos e chefes de família. Aconselho a todos a que, tenham devoção a São José, pedindo sempre que rogue por nós!

Palavras de Santos:
São Francisco de Sales, na hora da morte, cheio de paz, exclamou:-”Não sabeis que sou todo de São José?”

São João Vianney, Cura d’Ars, ”O Jesus, dai-me a ardente caridade de São José e nada mais restará a desejar sobre a terra!”

Santa Teresa, ”Quisera subir à mais alta montanha para gritar a todos :”Ide a São José! Jamais recorri a ele em vão”.

O Senhor recomendou à Santa Margarida que tivesse especial devoção a São José, e lhe prestasse sempre filial homenagem.

Santa Gertrudes, ”Vi no céu os santos inclinarem a cabeça, quando pronunciavam o nome de São José”.

Leão XIII,”A família exposta aos grandes perigos dos nossos dias encontra seu maior defensor no Chefe da Sagrada Família”.Recorramos a Ele”!”É tão importante a devoção a São José, que deve enraizar-se nos costumes e instituições católicas”.

São Pio X dava grande importância à devoção a São José e não deixava de inculcá-la ao fiéis.

Santo Agostinho compara os outros santos às estrelas, mas São José, ele o compara ao Sol.

São Bernardino de Sena, ”Não podemos duvidar que Jesus conserva no céu para com São José a ternura e respeito que lhe testemunhou outrora na terra, isto é, ternura e respeito filial.”São José foi o homem mais puro em sua virgindade, mais profundo em sua humildade, mais ardente na caridade, mais elevado na contemplação.”

Lucas 12, 41- ”Eis o servo fiel e prudente a quem o Senhor confiou a sua casa.”

Berlioux, ”O nome de São José é alegria do céu, esperança da terra e terror do inferno”.

São Basílio, ”Que santo, ou anjo mereceu jamais ser chamado pai do filho de Deus? Só José teve essa honra”.

João XXIII, ”Como é doce, calmo, sereno, suave o pensamento de São José, meu primeiro e predilecto protector”.

Santo Ambrósio, ”Se amais São José, imitai-lhes as virtudes”.

Santa Teresa, ”Quem não achar mestre que lhe ensine a orar, tome São José por mestre, e não errará o caminho”.

Santo António Claret, ”Grande e muito grande é o valimento de São José, como o prova a experiência e o ensinam os doutores da Igreja”.

Quando foi da canonização de Santa Teresa de Ávila, a grande apostolá da devoção a São José e que ao seu nome consagrara muitos mosteiros que fundara em vida, algumas das suas filhas, desejosas de glorificar a sua fundadora, quiseram mudar em alguns mosteiros o nome de São José pelo de Santa Teresa. Esta, aparecendo em Ávila à Madre Isabel de S. Domingos, deu-lhe esta ordem:- ”Minha filha, dirá ao padre provincial que tire o nome aos conventos e lhes restitua o de São José que já tinham.”

São Bernadino de Sena declara francamente que São José terá ressuscitado com Jesus Cristo e que também com Ele entrou na glória eterna em corpo e alma. No momento em que S. Bernardino pregava isto a um numerosíssimo auditório, foi vista sobre a cabeça do Santo, uma coroa de oiro brilhantíssima, que todos tomaram como aprovação celeste, do que o Santo estava dizendo sobre São José.

Milagres grandiosos da ajuda de São José:

Diz uma devota: Vivi, desde pequena, no vicio e na impureza e assim fiquei até aos trinta  anos, por causa deste vicio perdi a fé e tentei suicídio, mas não consegui ; pois sentia algo no coração que me impedia. por fim apareceu-me uma doença grave e meus familiares chegaram a considerar-me um caso perdido. Mas apesar de minha desgraçada vida, sempre conservei a devoção a São José. Quis o Senhor Deus que um dia ouvisse um sermão sobre a sua infinita Misericórdia para com os pecadores. Desde esse dia resolvi mudar de vida, fiquei cheia de uma paz e alegria que só podia vir de Deus; vieram então todos os bens e graças incluindo a saúde e o amor à família. Tudo isso só podia vir da intercessão do querido São José , o único a quem rezava. Espero vê-lo no céu, para lhe dar os devidos agradecimentos.

Um chefe de família devoto de São José: Foi caluniado e despedido do trabalho, e durante muitos meses bateu de porta em porta sem nada conseguir ; pois o ex-patrão dava maus informes sobre ele. A miséria rondava já o seu lar. Uma novena já começada sem já muitas esperança, eis que lhe aparece um emprego e mais vantajoso do que aquele que tivera de abandonar. Os anos acabaram por mostrar as qualidades do empregado, em que o novo patrão pois a sua confiança, e a felicidade voltou a sua casa. a confiança em são José nunca falha Ele concede muito mais do que desejamos.

São José sobre as famílias:diz uma religiosa,”Meu pai faleceu com 33 anos, ficando viúva minha mãe com cinco raparigas de um a sete anos. Além disso, tinha as maiores preocupações com a terra de propriedade que nos pertencia. Nas aflições agarrou-se a São José, a sua imagem fora colocada por sobre a porta da sala de estar. Com a minha mãe rezávamos diariamente  a oração de são José: ”São José, a nossa casa   guardai-a e com a bênção divina a cumulai”.
Não rezávamos nem confiámos em vão. O nosso bondoso Pai acudiu-nos em todas as dificuldades e angústias e sempre dela nos salvou. Três de nós ingressaram no convento e viveram felizes esposas de Cristo. Pelas outras olhou cuidadosamente , a minha mãe ainda pode fazer muito pelos pobres. A mão protectora e carinhosa de são José estava sempre presente em nossa família”.

São José protector:Uma Madre superiora diz;que um operário das obras do mosteiro lhe confessou cheio de remorsos o seguinte:- Madre tendo conhecimento de vários objectos existentes nesta casa, resolvi com alguns colegas, realizar há três meses um assalto para vos roubar. Chegamos todos na hora exacta. Mas, eis que um homem nos apareceu e andava sem parar de um lado para o outro. Aguardamos que se fosse embora e ficamos a um canto, mas o homem não se foi embora. Parecia tão forte e ameaçador que ninguém ousou aproximar-se. Tivemos de voltar para casa.
Nunca mais tornamos a ver tal homem. Mas agora, reconheço quem era; e apontando para a imagem de São José em tamanho natural, que estava no pátio interior do convento, disse: Era assim, Madre, como o que esta estátua representa.
Todas as religiosas escutaram enternecidas as palavras da superiora e foi com lágrimas nos olhos que todas entraram na Capela, para das graças ao bondoso São José, pela sua protecção e carinho.

Nas adversidades da vida de Santa Teresa o seu auxilio era São José: Santa Teresa conta no seu livro da vida;”Tendo vinte e dois anos de idade e encontrando-me tão jovem ainda, atacada de paralisia, vendo  o meu triste estado resolvi dirigir-me aos céu. Tomei, então, por meu advogado e protector o glorioso São José, que me concedeu o seu socorro da forma mais visível. Este bem-amado pai da minha alma apresentou-se a livrar-me das angústias e enfermidades que vitimaram o meu corpo e livrou-me mais tarde de perigos de um outro género e mais graves, pois que me ameaçaram de me perder eternamente. Não me recordo que ele jamais me tenha recusado alguma coisa e até me tem dado sempre aquilo que eu, sequer, sabia desejar. São José fez resplandecer em mim o seu poder e bondade.
Graças a ele recobrei as minhas forças, levantei-me, caminhei e fiquei livre da minha paralisia. É algo maravilhoso enumerar a quantidade de graças de toda ordem, com que o Senhor me tem cumulado, e os perigos, tanto do corpo como da alma, de que me tem livrado pelos merecimentos do meu bem-amado patrono.”

Terço de agradecimento a São José

Sinal da Cruz
Lembrai-vos ó puríssimo Esposo da Virgem Maria, ó meu doce protector, São José, que jamais se ouviu dizer que alguém tivesse invocado a vossa protecção, implorado vosso socorro e não fosse por vós atendido. Com esta confiança venho à vossa presença e a vós fervorosamente me recomendo. Não desprezei a minha súplica ó Pai adoptivo do Redentor, mas dignai-vos acolhê-la piedosamente. Assim seja (Oração de Pio IX- indulg. 300 dias)

Nas contas grandes do rosário:– Rezar o Pai Nosso.
Nas contas pequenas :– São José nós vos agradecemos.
No final:-”Jesus, Maria, José abençoai-nos, socorrei-nos, guiai-nos .(3 vezes)

 

 

Advertisements