Aos anjos da Igreja

“Filhos predilectos, haveis terminado os Exercícios espirituais que, de forma de um Cenáculo contínuo, fizestes nestes dias. Viestes de toda a parte da Espanha, esta terra tão amada por Mim e particularmente insidiada e golpeada pelo meu Adversário. Agradeci a homenagem da vossa oração, da vossa fraternidade, do vosso amor.
Do meu Coração Imaculado, fiz descer uma chuva copiosa de graças sobre vós, sobre os fiéis a vós confinados, sobre a Igreja e sobre a vossa Pátria.
Três são as incídias com que satanás tenta, hoje, seduzir-vos para afastar-vos de Jesus e de Mim.
-A Primeira diz respeito a vossa Pátria, que oficialmente se afastou do caminho de uma secular fidelidade à tradição cristã, para acolher ideologias atéias e materialistas.

Assim, foi acolhido o erro do indiferentismo na vida política e social, em nome de uma falsa liberdade, foram legitimados o divórcio, o aborto e todos os meios que impedem a vida. O que resta de cristão hoje nesta vossa Nação, que todavia foi uma luz para todo o mundo, pelo exemplo dado por toantos de seus Santos e por tantos de seus mártires?

Volta, ó Espanha, ao caminho da conversão e de tua maior fidelidade a Cristo!

-A Segunda diz respeito à Igreja, que vive nesta vossa Nação.
Essa é penetrada por um secularismo que, particularmente, golpeou a vida de tantos Sacerdotes e de tantos Religiosos; é dilacerada por uma profunda e interior divisão; é golpeada nos seus Pastores que, por medo de se exporem à críticas, fazem silêncio e não defendem mais o rebanho que por Cristo lhes foi confiado.
A vós, que sois os Anjos das Igrejas Eu dirijo hoje a aflita reprovação do meu Coração materno, pela vossa falta de fé, de zelo, de oração e de santidade.
O senir está por pedir-vos conta de como administrastes a sua vinha e por que permitistes que nela entrassem os lobos vorazes, disfarçados em cordeiros, para devorar um rebanho oprimido e disperso.

-A terceira diz respeito à vida dos meus filhos, especialmente dos jovens, ameaçados por tão grande difusão da imoralidade.
Peço que voltem ao caminho de uma geral conver~sao ao Senhor, com a observância da lei de Deus, com a prática das virtudes cristãs, especialmente da penitência e da caridade.
Que o perfume da vossa pureza volte a acalmar o ambiente que vos cerca, tão denso de ameaças e de perigos.
Confiai-vos à protecção dos Anjos da Guarda, especialmente de Arcanjos São Gabriel, São Rafael e São Miguel, de quem hoje celebrais a festa.
Assim, sereis revestidos da virtude da fortaleza, hoje tão necessária; sereis curados das feridas profundas que vos golpearam; sobretudo sereis sempre defendidos por São Miguel, na terrível batalha que, nestes últimos tempos, está se travando entre o Céu e a terra.
E, por fim, todos vós podereis fazer parte do exército vitorioso, guiado por vossa Celeste Comandante, a Mulher vestida de Sol, para o tão próximo triunfo do seu Coração Imaculado no mundo.”

 

13 de Outubro de 1988, Fátima
71º Aniversário da última aparição

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s