A Mensagem do Escorial

EscorialJesus: “Meus filhos, só vos peço: orai, convertei-vos e arrependei-vos: sede fiéis às leis que vos foram impostas, cumpri os Mandamentos. Quem não for fiel a esta Lei, não comerá do maná do Céu. Mas aquele que for fiel colhê-lo-ei nos Meus braços, recliná-lo-ei no Meu peito e sentá-lo-ei à Minha mesa”
Nossa Senhora: “Peço oração, Meus filhos; oração, sacrifício, penitência. Esqueceste-vos disso, Meus filhos, do sacrifício, da penintência e da oração, pois só ela ajudará os homens a mudarem as suas vidas”. “A oração é o alimento da alma. Assim como o trabalho edifica o homem e o exercita fisicamente, também a oração exercita o espírito”.

No dia 4 de Maio de 1991, um grupo de pessoas, dirigidas pela Sra Alicia Quintanal, visitaram a Pradaria do Escorial, levando o Estandarte da Virgem de Garabandal, o qual apoiaram na Árvore onde apareceu a Santíssima Virgem.

IMG_20150929_0001

Estando em oração, começaram todos a notar a rajadas, perfume de rosas, incenso, e mel; em vista do qual a dita senhora se lhe ocorreu fazer uma foto da Árvore. Passado um tempo, ao terminar o carrete, mandou-o revelar e qual não seria a sua surpresa, ao ver a figura do Anjo, com a Eucaristia, o Cálice, um veado e um pequeno cordeiro, pelo qual, se considera um verdadeiro Milagre, dando as graças a Santíssima Virgem por esta graça tão maravilhosa.

Mensagem do dia 2 de Fevereiro de 2002, primeiro sábado do mês, em Prado Novo Escorial, Espanha.
Nossa Senhora: “Minha filha, aqui estou de novo como Mãe dos aflitos, como Mãe dos pecadores. Sei, Minha filha, que o teu coração está angustiado por teres ficado órfã de um director espiritual que te ajudou tanto durante largos anos, mas ele preparou-te e, lá do Céu, continuará a ajudar-te a ti e a esta Obra que amou tão intensamente.

Padre Afonso María: Minha filha, Deus permite que me vejas. Que diferença existe entre o Céu e a Terra: aqui os títulos e as nomeações não servem para nada; aqui, tudo é para Deus. Que imensa grandeza e do Céu e que maravilha contemplar o rosto de Deus! Quantas almas chegam até aqui porque a sua vida foi perfeita por terem passado por esse lugar! Já viste como vivem hoje a doutrina, aqueles que se dizem…católicos praticantes?
Que maravilhas há no Céu! Quanto suspirei por este lugar e por este momento! Não ficaste sozinha, pois, deste lugar, velarei por ti. Lutai todos, para que possais juntar-vos a nós.
Como será possível os homens negarem a existência do Céu e do Inferno? Muitos dos pastores que negam a existência do Inferno nem imaginam o mal que fazem às almas; um dia, quando se encontrarem no tribunal de Deus….
Irmãos, sede sinceros e pregai o Evangelho tal como foi escrito, para que os homens conheçam as verdades. Não tenhais receio de lhes explicar as verdades. Quanto se perde e quantos não chegam aqui por não lhes terdes falado com clareza sobre a existência do Céu e do Inferno. Que grandezas há aqui e que diferença existe entre a Terra e este lugar: na Terra tudo atrai o homem à excepção de Deus, enquanto que aqui só Deus nos atrai. Não percais esta grandeza infinita, meus filhos. Como vos atreveis a não explicar as verdades!
Luz Amparo: Ai, que maravilha, Meu Deus! Ai Padre, ajude-me!
Padre Alfonso María: Já cheguei aqui para ver a Face de Deus e que alegria sente todo o meu ser por estar impregnado da divindade de Deus, participando de todas estas grandezas. Que maravilhas e quanto desejei este momento! Esta é a infinita grandeza pela qual todo o homem deve lutar, e não existe na Terra maior grandeza que esta; renunciai à adulação, vivei para Deus e não vos considereis como se fõsseis os 2centros2, pois os homens são muito dados a fazer de nós (SACERDOTES) centros; não vos deixeis iludir por palmadinhas nas costas, pois é muito fácil, se não reflectirdes, serdes levados pelo demónio através da soberba e da vaidade. Lutai, pois só Deus basta, e amai as criaturas, mais amai a Deus acima de tudo. Quantos não conseguem chegar aqui, meus filhos, porque se consideraram deuses e quanto fizeram em vida, fizeram-no por vaidade e pela sua pessoa. Não vos deixeis conquistar pelos homens, conquistais antes os homens para Deus e deixai que Deus conquiste o vosso coração! Vivei uma vida de entrega e amai muito esta Obra. Nesta Obra caminhareis por um caminho de perfeição, mas ai de vós se vos deixardes levar pela lisonja e por palmadinhas nas costas. Deixai de vos considerardes “centro”, meus filhos, pois esta norma foi para mim de grande utilidade e fez-me muito bem, apesar do meu grande amor a Deus.

Ai, minha filha, luta muito para que um dia venhamos a estar juntos. Eu, minha filha, dirigi a tua alma o melhor que pude, para a caminhar para Deus; segue pelo caminho perfeito e de abnegação, e humilha-te, minha filha, pois todo aquele que se humilha, será exaltado. Não esqueças tudo o que te ensinei. Quero agradecer-vos por todo o bem que de vós recebi. Criaturas que vos entregastes a Deus, esse é o camonho mais perfeito e seguro. Que ninguém vos confunda, ninguém! Conservai-vos sempre nidos e que nenhum de vós se consedere o maior que o outro. Amai-vos! Quantas almas há neste lugar, participando desta mesma graça! Mas tiveram de sofrer humilhações, ser espezinhadas para chegar tão alto. Sê muito humilde, minha filha, não esqueças os meus conselhos.

Nossa Senhora: Outras almas estão neste lugar. Deus permitiu que esta outra alma falasse.
Alma do Purgatório: Eu estou aqui, no Purgatório, e sou uma alma que me entreguei a Deus, mas não fui fiel à minha vocação. Devia ter ido para outro lugar, um lugar de trevas, onde não existe a paz, onde não existe o amor, mas, se estou aqui, é graças à misericórdia de Deus. Com as vossas orações, espero sair em breve deste lugar. Apesar de este ser um lugar de purificação, sentimo-nos tão felizes expiando aqui as nossas dívidas! Não trocaríamos nada do que existe na Terra pelo Purgatório, pois foi-nos dado ver Deus, ao longe, através de um raiozinho do Céu que Ele entreabriu para que O víssemos e aqui a Sua Santíssima Mãe consola-nos. Não queremos nem aspiramos a nada que não seja Deus, que não seja a eternidade estar com a Divina Majestade de Deus. Apesar de estarmos a sofrer para expiar as nossas faltas, não trocaríamos este lugar por nenhum outro. Já aqui estou muito tempo, apesar de o nosso tempo não ser como o vosso, mas pouco importa o tempo, importa, sim, o lugar para onde irei em seguida. Muitas outras almas estão a purificar-se neste lugar, que sendo um lugar de dor é, ao mesmo tempo, um lugar de consolação…

Jesus: Olha agora os condenados!
Luz Amparo: Que horror!
Alma condenada: Não queremos para nada, saber de vós ou de Deus. Não trocaríamos as nossas penas e a nossa dor pelo Céu. A nossa missão é o ódio, a destruição, o desamor, é um tormento que jamais acabará e jamais nos consumirá, é um fogo devorador que consome as nossas entranhas. Somos amaldiçoados por Deus porque não quisemos amá-Lo. Mas o que eu quero é que avises os homens sobre os tormentos tão grandes que há neste lugar, para que não venham para aqui; mas isso me ordena Deus que faça…., pois, por mim, arrastaria a todos para este lugar onde se consumiriam com o fogo e onde o ódio e destruição não deixarão nunca de existir. Tudo neste lugar é amargura e a nossa missão é destruir as almas.

Luz Amparo: Que horror!

Alma Condenada: Muitos de nós chegamos a este lugar porque ninguém nos quis dizer a verdade e nós também não quisemos compreendê-la. Era mais fácil viver comodamente, na abundância, fazer cada um o que lhe apetecia, sem cumprir a vontade de Deus. Este é o nosso sálario. Somos pagos por aqueles para o quem trabalhámos. Sentimos ódio, desprezo. Se Deus nos deixasse, destruiríamos o mundo! O nosso único desejo, é arrasar todos os homens para este lugar, a fim de participarem também nesta dor.

Nossa Senhora: Minha filha, vês que diferença há entre o ódio e o amor? Repara na paz que há neste lugar e no ódio, desprezo e rancor que existe no outro. Lutai, Meus filhos e não vos deixeis levar por palavras que agradam aos vossos ouvidos e por comodidades para o vosso corpo. Sede fiéis à vontade de Deus e amai os Nossos Corações, Meus filhos. As almas boas gozam da misericórdi tão grande que Deus teve com elas, porque foram capazes de lutar, de renunciar, de não consentir vaidades, rancores e invejas, porque foram capazes de ser pobres, humildes, sacrificadas, capazes de imitar a Jesus, na Cruz e a Maria, em Nazaré. Não viste, Minha filha, como é grande a alegria do teu pai espiritual na presença de Deus? Toda a sua vida, desde que era menino, foi entregue a Deus. Aos nove anos, começou a sua caminhada, Minha filha.

Jesus: Entregou-se todo e por isso Eu lhe dei o prémio a ele e a ti: a ele, o prémio de ser teu director espiritual e a ti, o de aprenderes com ele. Por isso, peço aos homens: aproximai-vos dos sacramentos, Meus filhos, não abandoneis a oração, deixai o mundo e as vaidades do mundo e segui por um caminho recto e seguro. Hoje o mundo sofre de uma crise de fé, a fé que os homens perderam por acharem que tudo está bem. O homem perdeu a moral, eo mundo está impregnado de uma tal imoralidade, que acha que nada é pecado e que exalta o que é da carne. Repito-te, Minha filha, os homens querem mudar as leis, não se aceitando cada qual como é, no caminho da santidade, mas seguindo o caminho da imoralidade e adulterando os seus corpos: homens com homens e mulheres com mulheres. Mas até onde chegareis criaturas, que não respeitais a Lei de Deus? Deus criou o homem e a mulher para procriarem e não para o gozo, os prazeres e as paixões. O homem esqueceu-se disto. Repito-te, Minha filha, a Terra parece Sodoma e Gomorra. Até quando terá Deus de Se envergonhar dos homens! Oai, Meus filhos, orai para não cairdes em tentação.
Vinde a este lugar, Meus filhos, onde Eu venho apenas ensinar-vos a cumprir o Evangelho tal como foi escrito e não acrescenteis leis cada qual a seu bel-prazer. Orai, sacrificai-vos, Meus filhos, aproximai-vos dos Sacramentos da Confissão e da Eucaristia, para fortalecerdes as vossas almas, pois os homens estão numa enorme tibieza por se terem afastado de Deus e, por causa disso, o demónio está a apoderar-se cada vez mais das almas, sem que aqueles que têm por missão conduzir-las se apercebam da situação do mundo: estais cegos porque a vossa soberba não vos deixa ver nem aceitar que Deus Se manifesta nos humildes para confundir os soberbos e os que se crêem grandes e poderosos. Pedi por eles, Meus filhos.

Nossa Senhora: Levantai os objetos; todos serão abençoados com bençãos especiais paa os pobres pecadores.
Abençoo-vos , Meus filhos, como Pai vos abençoa, por meio do Filho e com o Espírito Santo.

1 de Junho de 1991

Nossa Senhora
Ai habitantes da terra e guias dos povos que vos rebelais contra a Palavra de Deus e não observais as Suas Leis! Deixais-vos conduzir pelo rei da iniquidade; dos vossos corações desapareceu a piedade, o amor… Ai dos que vos chamais cristãos praticantes e vos rebelais contra as Leis de Deus e sois abrigo da mentira e refúgio da luxúria ! Deixastes de vos apoiar na Pedra angular, que é a vida e a fortaleza; com enganos deixais-vos arrastar pela astúcia de Satanás. Vinde e refugiai-vos no Meu Coração Imaculado, que Eu derrubarei o abrigo da mentira e o refúgio da luxúria.

A Igreja chora por tantos crimes contra inocentes praticados por aqueles que vos dizeis cristãos praticantes da doutrina de Deus. Consentis o derramamento de sangue de vítimas inocentes.
Perdestes as três potências do espírito, ficastes sem vontade e sois piores do que as feras, porque as feras, porque as feras protegem as suas crias, mas vós matais os vossos filhos dentro das vossas próprias entranhas. Cobris o sangue do vosso corpo com os crimes desses inocentes; a terra fica coberta pela mancha do crime.

Ai de vós, habitantes da terra; estais a viver num mando tenebroso, cheio de trevas e de tentação. Meus filhos, vinde aos Nossos Corações, pois ainda vos  podeis salvar de tantos crimes que tendes cometido. Mas ai dos que não vos arrependerdes, porque perecereis todos juntos! Os que vos chamais bons perecereis juntamente com os maus. Honrais-Me com os lábios, mas como está longe de Mi o vosso coração! Orai, fazei penitência, fazei sacrifícios. Dizeis que estais a cumprir as leis, mas no vosso coração só há perfídia.

Eu sou vossa Mãe, Meus filhos, Mãe dos pecadores. Vinde, que sou Mãe de misericórdia. O Meu Coração continua a interceder por vós, mas estais cada vez mais embrenhados nas trevas e no vício; as vossas mentes ficam obscurecidas e passais a viver segundo a carne e não segundo o espírito.

O Senhor:
Eu sou Jesus, o Filho de Deus vivo. Quem quiser vir após Mim terá de renunciar a si mesmo e aos seus bens. Não poderá pôr antes de Mim o seu pai, a sua mãe, o seu irmão, a sua irmã, os seus filhos ou as suas filhas. É esse o primeiro mandamento da Lei de Deus: amarás a Deus com todo o teu coração, com toda a tua mente, com todas as forças e aos próximo como a ti mesmo. Mas amais a vós mesmos e aos vossos e esqueceis a Deus, Meus filhos. Onde está o mandamento do amor? Esqueceste-lo? É o mandamento da salvação. Se não fizerdes penitência e sacrifício, a cólera de Deus cairá sobre vós. A justa ira de Deus derramará a Sua cólera. Atendei às Minhas palavras, Meus filhos, pois o tempo está a tornar-se cada vez mais breve e os vossos corações continuam endurecidos. Orai, fazei penitência e sacrifícios, renunciai a vós mesmo e aos vossos bens. Tendes o coração posto nos bens, o que o leva a estar muito longe de Mim. O Castigo virá como o relâmpago, sem avisar; estai preparados, não sejais como as virgens insensatas.

Nossa Senhora:

Eu intercedo ao Meu Filho para que tenha compaixão de todos vós. Arrependei-vos e convertei-vos. Não alimenteis tanto a vossa carne de tantos apetites, mas praticai o primeiro mandamento do amor a Deus. Se os homens se amassem, o mundo salvar-se-ia. Orai e apresentai bons frutos, para que o Meu Filho tenha compaixão de vós.

Sou a Mãe das Dores, das dores da Humanidade. Ajudai a reparar tantos pecados e ofenças que se cometem contra a Divina Majestade de Deus. O mundo perdeu a moral. Não vos apercebeis que nada mais resta do que aflições e inquietações? Amai-vos uns aos outros. Se não houver amor, não haverá salvação.

Beija o chão, Minha filha, em reparação de tantas ofensas que se cometem no mundo…
E tu, Minha filha, continua em frente. Refugia-te no Nosso Coração e receberás força para muitíssimas provas que terás de enfrentar. Bem-aventurado os que sois caluniados por causa do Nome de Deus. Minha filha, ama-Nos muito e refugia-te nos Nossos Corações. O tempo é cada vez mais breve, mas a eternidade é longa. Minha filha, não desfaleças, sê forte; a fortaleza está em Cristo!

Vinde a este lugar, pois todo aquele que vier a este lugar receberá graças especiais para a sua salvação. Amai muito a Igreja, Meus filhos, amai o Vigário de Cristo. Pedi pelos guias do povo, para que sejam pastores de almas, pois muitos vivem da Igreja, mas não para a Igreja.
Levantai todos os objectos; todos serão abençoados com bênçãos especiais…
Abençoo-vos, Meus filhos, como o Pai vos abençoa por meio do Filho e com o Espírito Santo.

4 de Maio de 1991

Nossa Senhora:
Minha filha, a situação do mundo é grave. Os homens deixam-se reger pelo espírito de Satanás. Olha, Minha filha, esta situação é cada vez pior. O espírito de Satanás está a reinar em todos os lugares. Mete-se nas famílias para as destruir, arrasta a juventude para os vícios e os prazeres, introduz-se nos conventos para tornar as almas tíbias; depois de as tornar tíbias, arrasta-as para verem o mundo e os seus prazeres, esquecendo-se, desse modo, das orações e dos sacrifícios; arrasta muitos dos guias do povo para que preguem falsas doutrinas; arrasta os governantes para governarem falando de paz mas formentando a guerra. Satanás está metido na maior parte dos corações, convencendo os homens que nem o pecado nem a maldade do mundo têm importância, não os deixando reconhecer que… Olha, Minha filha, os homens não reconhecem aquilo que são e repara como o inimigo os arrasta. Sabe porque? Porque não deixam que o Espírito de Deus entre (neles); não entrando o Espírito de Deus, não recebem a graça; (sem a graça) os seus corações não se humilham, eles não se arrependem e consideram-se superiores. Que pena Me dão essas almas, Minha filha! É gravíssimo tudo quanto está a acontecer no mundo: crimes sangrentos, guerras que destruirão a maior parte da humanidade, lares destruidos, juventude perdida, guias dos povos que, na sua maioria não se dedicam a pregar o Evangelho, mas a viver de acordo com os seus apetites.

Eu peço aos homens- e são quase os Meus últimos apelos à oração e ao sacrifício- que deixem entrar a graça no seu coração, paraque se vejam tal como são e não façam como o fariseu que, ao apresentar-se no templo, diz: “Eu sou bom, Jesus; eu não peco. Eu cumpro todas as leis”. Ai, Meus filhos! Sede como aquela pobre alma humilde e contrita que se apresentava no templo dezendo: “Senhor, sou pecador. Pequei contra o Céu e contra Vós. Perdoai-me, Senhor”. Quando a graça entra nos corações, o homem reconhece-se tal como é, mas quantos corações endurecidos não deixam entrar a graça devido à sua soberba e à sua vaidade! Eu quero protegê-los porque o Meu Coração os ama, mas não se deixam proteger, Minha filha. Que pena! Quanto sofre o Meu Coração! Eu sou Mãe de todos os pecadores, mas de todos os pecadores contritos e humilhados.O homem é humilde quando se reconhece pecador e miserável.
Olha, minha filha, grandes catástrofes irão aumentando na terra. A terra ficará desolada,como um deserto, todo o deserto de …Crimes atrás de crimes. Irão morrer inocentes com os culpados para estes serem purificados.

Meus filhos, deixai-vos guiar pelo Espírito de Deus, segui o Evangelho e não dediqueis a vossa vida aos bens terrenos. Deixai-vos guiar pelos guias santos do povo. Não vos aproximeis dos guias que confundiram a doutrina e confundem a vossa alma.
Lede o Evangelho, pois está aí a Palavra de Deus. Minha filha, quantos ficam no tempo, porque vão buscar ao Evangelho o que lhes convém e deixam o que não lhes agrada.

Peço panitência e sacrifício. Os Meus últimos apelos (que vos lanço) são à oração, à penitência e ao sacrifício. Os homens esqueceram que o sacrifício e a penitência são o caminho da salvação.

Meus filhos, sede humildes e deixai-vos guiar pelo espírito do bem que é o espírito do sacrifício e da penitência. Esquecei todas as coisas do mundo e não tenhais o vosso pensamento fixo nas riquezas e nas vaidades. Não pensei tanto no amanhã. O amanhã diz respeito à Divina Magestade de Deus, mas vós pensais no amanhã como se dependesse exclusivamente de vós. Como sois ingratos! Não irriteis nem maltrateis os vossos irmãos, pois todo o mal que lhes fizerdes recairá sobre vós próprios.

Amai-vos uns aos outros. Este é o primeiro mandamento: o amor a Deus e ao próximo. Ai daqueles que se amam a si mesmos e aos seus e esquecem a Deus e ao próximo. Meus filhos, estai alerta, pois o vosso Amo vigia-vos. Sede servos fiéis e prudentes e estai preparados com a lâmpada cheia de azeite. Tendes tempo para reparar. Oferecei-vos em sacrifício pelas pobres almas que se desviaram do caminho do Evangelho. E vós, Meus filhos, que tendes a dita de ouvir a Minha voz e receber as Minhas mensagens, vivei segundo o Evangelho, porque muitos serão os chamados, mas poucos escolhidos, uma vez que são poucos aqueles que cumprem o Evangelho e renunciam aos seus bens. Que pena Me dão as almas, Minha filha!
Está a ser vivido o sexto tempo, o tempo de Satanás, Minha filha.
Deus espera-vos, Meus filhos, mas quer coroações contritos e humilhados. Ele conhece o mais profundo dos vossos pensamentos e sabe que os homens não elevam o seu olhar para Deus e que se rebelam cada vez mais contra Ele. Que tristeza sente o Meu Coração quando vejo que os meus filhos rejeitam as Minhas palavras!

Tu, Minha filha, conta-lhes e explica-lhes tudo o que viste e ouviste, para, assim, os conquistares e poderem um dia gozar eternamente. Ai, que tristeza sente o Meu Coração, Minha filha! Está a sangrar pelos pecados dos homens que desde o seu nascimento já têm com eles a inclinação para o mal, deixando-se arrastar e seduzir pelo inimigo.

Despertai, pais e filhos! Despertai e educai os vossos filhos no santo temor de Deus. E vós, filhos, respeitai os vossos paise, com sinceridade e verdade, pedi-lhes conselho, que eles vos ajudarão, mas não entreis em mentira. A mentira é a morte. Já muitas vezes te disse, Minha filha, que fales aos homens sobre a verdade. Cristo é o Caminho, a Verdade e a Vida. Onde estiver a mentira não está a vida. A mentira é a morte.

Corações, humilhai-vos perante a Divina Majestade de Deus e reconhecei-vos como pó e nada.

Olha, Minha filha: milhares e milhares de homens cairão à espada, grandes calamidades, mortes atrozes, crimes sangrentos…A situação do mundo é terrível! O homem esqueceu-se de Deus.O espírito de Satanás está na sua mente a destruir a humanidade. Olha como o inimigo reina nos corações. Não ouvem os Meus apelos insistentes à oração e ao sacrifício. Os homens querem viver segundo os seus apetites e deixam-se arrastar pelo espírito maligno que se julga vitorioso. Todo aquele que invocar o Meu Coração Imaculado, que triunfará sobre toda Humanidade, e sobretudo aquele que se consagrar a ele, será vencedor.

Eu protegê-los-ei e esmagarei a cabeça do inimigo, mas despertai e abri o vosso coração à graça.
A situação do mundo é tremenda! O Meu Coração está trespassado de dor, não lhe restando qualquer pequeno espaço onde os homens não tenham cravado um espinho. Olha a dor que sente o Meu Coração e como está rodeado de espinhos pelos pecados dos homens. Minha filha, há muito tempo que não removes nenhum espinho; estão assim tão profundos porque os homens não mudam de vida de forma radical. As  suas promessas são superficiais. A  dor que o Meu Coração sente invade todo o Meu corpo
Por isso vos peço, Meus filhos: o maior remédio é o jejum a pão e água. Jejuai a pão e água às sextas-feiras e oferecei-o para que Satanás não possa apoderar-se de vós. Jejuai, Meus filhos, pois o jejum é muito importante. Jejuai todos, excepto os que se encontrarem gravemente debilitados. Irá arrancar-vos da tibieza em que vos encontrais.

E tu, Milha filha, humilha-te e fala como Eu te ensino, com energia e fortaleza.
O dia do reinado, da Segunda Vinda de Cristo, está próximo.
Quero tocar todos os corações. Todo aquele que vier a este lugar receberá graças especiais; se vier de boa vontade, o seu coração abrir-se-á de par em par, para que as graças penetrem bem nele.

Humilhai-vos, Meus filhos, e não vos envergonheis da humilhação. Cristo humilhou-Se até à morte e anulou-Se. O dicípulo não pode ser mais que o Mestre.

Minha filha, beija o chão em reparação de tantas ofensas que fazem ao Meu pobre Coração…
Eu sou a Mãe do amor, Mãe de misericórdia, para proteger e conduzir ao Meu Filho todo aquele que, contrito e humilhado, vier ao Meu Coração. Mas quero almas de boa vontade.
Sede fortes, Meus filhos, lede muito o Evangelho e meditai na Paixão de Cristo, que está totalmente esquecida. Se o homem meditasse na Paixão de Cristo, a sua vida mudaria. Afastai-vos do espírito maligno que vos mostrará os prazeres do mundo, os apetites, as riquezas, para que as acumuleis sem saber se ireis utilizá-las, porque o amanhã depende do Criador. Não cumpris o que vos é dito por Cristo no Evangelho: “Não vos preocupeis com o que haveis de comer nem com o que tereis de vestir. Olhai as aves do Céu e os lírios do campo: não têm dono na terra, mas o dono do Céu alimenta-as, veste-as e protege-as. Esquecei-vos de vós mesmos, pensai nos outros, Meus filhos. Todos os que tivestes o dom de adquirir riquezas distribui com os pobres e vereis como a vossa pobre alma fica descansada. Não tenhais o vosso coração onde estiverem os vossos bens. Vivei mais do espírito do que da carne. Não penseis tanto em alementar a carne, que vos leva a esquecer o alimento do espírito.

Ai daqueles que movem os lábios hipocritamente, mas que dentro do seu coração têm ódio, rancores, invejas, destruição. Meus filhos, ainda estais a tempo; arrependei-vos e convertei-vos. A salvação só acontece uma vez, mas a condenação também(só acontece uma vez). Foi o que te ensinei, para que o repitas às criaturas: só se podem salvar uma vez ou condenar uma vez.

Meus filhos, pagai as vossas dívidas com o cheque do amor, da compreensão e da caridade. E não vos critiqueis uns aos outros. Aceitai-vos todos tal como sois e ajudai-vos mutuamente com oração e sacrifício.

Hoje vou dar uma bênção especial para a conversão de todos os pecadores. Todos os primeiros sábados de cada mês estaremos a selar as frontes contra os ataques do inimigo. A protecção desta marca tornar-vos-á contritos e humildes.

Eu prometo a todo aquele que vier de boa vontade que a sua fronte ficará selada e que permanecerá nela uma marca e uma protecção contra o inimigo. Muitos irão sentir este sinal na sua fronte.

 

 

 

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s